so little to say… and so much time.

The Wrestler

Posted in Oscar by partyguest on Fevereiro 17, 2009

The Wrestler

Talvez eu precise virar um lutador e tomar umas pancadas na cabeça pra ver se eu consigo gostar de The Wrestler, como muita gente gostou.

The Wrestler acompanha um curto período da vida do lutador de luta livre Randy “The Ram” Robinson. Ram, como gosta de ser chamado, é um personagem muito forte, em todos os sentidos possíveis. Ele está presente em absolutamente todas as cenas. E todas elas são igualmente fortes. Mas mesmo isso não consegue nos entregar um filme completo.
Logo no início, temos a impressão que se trata de um filme de herói. A abertura com letras que mais lembram filmes inspirados em quadrinhos da Marvel, acompanhadas por imagens de recortes de Jornal que engrandecem The Ram, o grande lutador dos anos 80, é ideal pra nos inserir no mundo de faz de conta de Darren Aronofsky, um mundo onde os heróis existem, mas eles são tão ultrapassados quanto a técnica utilizada para compor a abertura do filme. Portanto, Aronofsky nos prepara para saga de um herói de verdade, que é exatamente o que The Ram é.
Seguimos a rotina desse lutador, que vive de apresentações de luta livre, bebedeiras e visitas regulares a uma boate de strip-tease. Após um problema no coração as coisas mudam para Ram. Ele tem que aprender a lidar com um emprego que não lhe agrada, com uma filha que ele não vê há muitos anos e com o afeto que ele nutre por Cassidy, uma das dançarinas da boate.
The Wrestler tem todos os elementos para a construção de um ótimo filme: personagens fortes, abordagens dramáticas e realistas dos problemas deles e um verdadeiro astro encabeçando o projeto. Mas Aronofsky não consegue fazê-lo decolar. O filme engatinha o tempo todo, não levanta e diz a que veio. Não tem opinião própria (característica comum em filmes de enredos obscuros, o que não é o caso) e joga o tempo todo em cima da atuação de Mickey Rourke como The Ram e de Marisa Tomei (na melhor atuação feminina do ano) como Cassidy. E o filme fica nisso. O jogo de interpretação é mais uma vez atendido. E talvez seja isso que salve o filme. Rourke e Tomei seguram tão bem o filme que ele se torna um filme bom. Incompleto, mas bem correto.
Apesar da incompletude da obra, Aronofsky consegue incorporar elementos essenciais à narrativa. Isso faz o filme  crescer nos olhos de quem assiste. Não conheço a carreira de Aronofsky. O único filme dele que eu assisti, além de The Wrestler, foi “Réquiem Para Um Sonho” (2000), que não me agradou muito, se bem me lembro. Mas é um filme que está tão obscuro e apagado em minha memória que não serve de parâmetro de comparação aqui. Seria injusto.
No geral, o filme cumpre talvez o papel mais importante que se propõe. Ele mostra a saga de um herói, não de alguém que vive a salvar os outros, mas que salva a si mesmo constantemente. Seja abrindo um sorriso para um cliente em um mercadinho qualquer, seja abrindo os braços e caindo em cima de um oponente no ringue. The Ram é responsável, a cada minuto, por seu próprio salvamento. Ele é feliz lutando, mas não tão feliz vivendo. É no ringue que ele põe sua máscara, sua capa e vira um herói anacrônico, mas o melhor herói que ele consegue ser. E esse tipo de herói é cada vez mais comum no cinema, mas ainda não cansou. Segue encantando.

O filme recebeu duas merecidas indicações ao Oscar (Atriz Coadjuvante e Ator). Rourke tem fortes chances de ganhar esse prêmio e consagrar sua volta ao mainstream do cinema, mas Sean Penn vem crescendo nesses últimos meses e desde que 2009 se iniciou, ele é o favorito. Seria seu segundo prêmio (o primeiro foi por “Sobre Meninos e Lobos” [2003]) e mais do que merecido. Marisa Tomei seria meu voto certeiro se eu tivesse com uma das 5.200 cédulas da academia em minhas mãos. Não acredito numa vitória dela, pois ela já tem um Oscar e concorre com quatro atrizes muito fortes que não têm prêmio nenhum. Mas não seria zebra se ela ganhasse, seria o simples reconhecimento.

Nota: 7,0

Média do Metacritic

Tomatometer

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: